domingo, 14 de fevereiro de 2010

Now or NEVER


Pessoas gastam muito tempo focados no futuro, o planejando, trabalhando em razão dele. Mas em algum momento você começa a perceber, sua vida está acontecendo agora, não depois da faculdade, não depois da do doutorado, agora. Isso é tudo, está bem aqui. Pisque e você vai perdê-la.

Você disse? Eu te amo. Eu não quero viver nunca sem você. Você mudou minha vida. Você disse? Faça um plano, defina um objetivo, batalhe por isso, mas sempre, agora e novamente, olhe em volta, beba-o, porque isso é ele. Tudo pode ir embora amanhã.

2 comentários:

Anônimo disse...

Interessante esse pensamento, ultimamente muito pra mim..coisinhas e coisinhas.

Todo "mundo" acha que o futuro é o mais importante de tudo, é interessante e necessario se preocupar com ele.
é uma necessidade, mas e se você não acordar amanha, o unico futuro que vai existir é esse : R.I.P

Viver o hoje é difcil, acredito que por causa da rotina, mas é necessario resgatar isso, porque tudo passa, tudo passara.

Roberto A Alcantara disse...

Aprendi a ver a vida da seguinte forma: Imagine um carro (ele é o presente), você entra nele e ele vc pode controlar, acelerar, diminuir, parar, estacionar, mudar as direções....o retrovisor (o passado) serve apenas como um foco que tem sua importância mas não é o fundamental (o fundamental é vc no volante - no presente), vc somente dá uma olhada pra trás pra mudar de direção mas volta ao foco da direção, não dá pra dirigir olhando o tempo todo pra ele senão vc bate o carro, vc apenas dá uma olhadinha e volta a olhar pra frente(senão vc vive o presente focado no passado) e o vidro da frente (futuro) é o que vc vislumbra, o destino que vc quer chegar. Mas perceba que nem o retrovisor (passado) e nem o vidro a sua frente (futuro) é tão importante quanto vc dirigindo (presente) pq tudo vai depender de vc no carro (presente). Se mudar de direção de lado, dar meia-volta ou algo parecido e olhar pro retrovisor ou pra frente esses irão mudar mas vc no carro não. Porque o carro (presente é o que interessa).
Então estar presente no presente é a grande certeza que temos na vida e também é uma dádiva saber aproveitar isso!