quinta-feira, 16 de julho de 2009

Autodestruição!

Os laços que nos atam as vezes são inexplicáveis.Eles nos unem mesmo parecendo que deveriam ser desatados. Alguns laços desafiam a distancia,o tempo, a lógica.Porque alguns laços simplesmente devem existir.
A fantasia é simples: prazer é bom e o dobro de prazer é melhor ainda. Aquela dor é ruim e nenhuma dor é melhor ainda. Mas a realidade é diferente. A realidade é a dor que existe para nos dizer algo. E tem muito prazer que podemos ter sem ter uma dor de estômago. E talvez isso seja certo. Talvez algumas fantasias sejam apenas para serem vividas em sonhos.
A maioria das nossas fantasias se dissolvem quando acordamos, banidas para os recônditos de nossas mentes. Mas às vezes, se nos esforçarmos bastante, poderemos viver o sonho...
A vida já é tão difícil, por que a gente fica arranjando mais problemas pra gente? Que necessidade é essa de apertar o botão de auto-destruição?
A superstição fica naquele ponto entre o que conseguimos e o que não conseguimos controlar. Nós nos apoiamos em superstições porque somos espertos o suficiente para saber que não temos todas as respostas. E que a vida funciona de maneiras misteriosas.

2 comentários:

Lola disse...

A relaidade não é uma dor... e sim, algumas fantasias e sonhos devem ser eternamente sonhos, que se desmacham com o abrir de olhos e o piscar para a realidade... ;D
Porque alguns sonhos não estam preparados para nossa realidade...

Tнiiαgo Zαmρα disse...

Não importa quantos sonhos iremos realizar. Nós, os seres humanos, temos essa incessante busca pela felicidade, pela realização de objetivos; É como uma droga: quanto mais se tem mais se precisa!